Vale-gás e Auxílio Brasil podem chegar a R$ 720 por mês; Entenda o aumento

Imagem: Reprodução/Google


O Governo Federal estuda aumentar alguns dos principais programas de transferência de renda da atualidade: o Auxílio Brasil e o vale-gás. Informações de bastidores apontam que as chances de implementação da medida são quase certas pelo Planalto. A mudança, que está em análise, também depende da aprovação do Congresso Nacional.


Ambos os benefícios são destinados às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza com inscrição no Cadastro Único (CadÚnico).

O vale-gás, por outro lado, também inclui os inscritos no Benefícios de Prestação Continuada (BPC) e mulheres vítimas de violência doméstica sob proteção.

 

Aumento do Auxílio Brasil e ampliação do vale-gás


Atualmente, o governo federal repassa o Auxílio Brasil a pouco mais de 18 milhões de famílias. Desde o final do ano passado, o benefício possui valor mínimo de R$ 400, com possibilidade de quantias maiores por meio de benefícios complementares.


Além dele, cerca de 5 milhões de pessoas também recebem o vale-gás, que teve valor unitário de repasse de R$ 53 no mês de junho. A quantia é repassada a cada dois meses e equivale a 50% do valor médio do preço do botijão de gás de 13 kg vendido no Brasil.


Juntos, ambos os programas podem garantir a cifra de R$ 453 atualmente. No entanto, com o possível reajuste estimado pelo governo, é possível que as famílias consigam quantias ainda maiores.


Benefícios do governo podem chegar a R$ 720


O governo federal planeja aumentar o Auxílio Brasil dos atuais R$ 400 para R$ 600, além de expandir o valor do vale-gás dos atuais R$ 53 para R$ 120 – tendo como referência o benefício deste mês. Somando ambos os repasses, será possível que milhões de brasileiros tenham acesso ao montante de R$ 720 de uma só vez.


Junto com a implementação da novas mudanças, o governo federal também planeja anunciar o auxílio caminhoneiro no valor de R$ 1 mil. O benefício será voltado aos trabalhadores autônomos dessa categoria que têm sofrido com os aumentos constantes no preço do diesel.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem