Quem tem muito açúcar no sangue terá estes sintomas; Quais você sente? Confira!

Imagem: Reprodução/Google


O excesso de glicose no sangue, conhecida como hiperglicemia, é uma condição que pode prejudicar a saúde. Pode ser causada por vários fatores, como obesidade, sedentarismo, má qualidade da dieta ou até mesmo baixa insulina na corrente sanguínea. É uma condição que pode piorar e estar relacionada à instalação de diabetes no corpo. Aprenda a identificar se você tem muito açúcar no sangue.


Um dos principais problemas do excesso de glicose, ou açúcar, no sangue atinge o sistema cardiovascular. Com a alta concentração de glicose, o fluido sanguíneo se torna mais consistente e encontra mais dificuldade em circular. Essa má circulação sanguínea pode causar vários problemas graves aos tecidos do corpo.

Sintomas comuns daqueles que têm muito açúcar no sangue:


Os sintomas mais comuns que aparecem quando você tem muito açúcar no sangue são os seguintes:


  • Enjoo;
  • Dor de cabeça;
  • Sede excessiva;
  • Desejo frequente de urinar;
  • Sonolência;
  • Cansaço excessivo.

Por serem sintomas frequentes em muitas outras doenças diferentes, o diagnóstico de hiperglicemia está comprometido. Os pacientes levam muito tempo para entender que algo está errado e não procuram ajuda médica rapidamente. No entanto, um simples exame de sangue é capaz de identificar o problema com extrema precisão.


Se você sofre de muito açúcar no sangue e já tem um ou mais sintomas relatados acima, procure orientação médica especializada para lidar com o problema.


Prevenção e tratamento da hiperglicemia


Todas as pessoas podem ter algum sintoma relacionado ao alto índice glicêmico. Geralmente após as refeições, o nível de glicose no sangue aumenta, mas acaba se autorregulando algumas horas depois. A hiperglicemia ocorre quando as quantidades de açúcar no sangue permanecem altas.


Para evitar a presença de muito açúcar no sangue e todas as suas consequências, é indicado prestar atenção a alguns hábitos e dicas.


  • Praticar atividades físicas regularmente;
  • Alimentação saudável com poucos itens açucarados e industrializados;
  • Valorize o peso ideal, segundo análise de especialistas;
  • Realizar consultas e exames preventivos com frequência.

Se diagnosticada rapidamente, a hiperglicemia pode ser efetivamente combatida. Assim, o paciente poderá levar uma vida comum e sem restrições de alimentação, desde que haja moderação.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem