FGTS: Caixa Econômica Federal libera 11 lotes do saque de R$1.000; Confira como receber

Imagem: Reprodução/Google



O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de até R$ 1.000 continua liberado. A princípio, de acordo com o levantamento oficial do nosso site, 11 lotes do benefício já foram liberados, o que significa que a maioria dos trabalhadores cadastrados já pode sacar o benefício.


Segundo dados oficiais, o Governo Federal liberou o dinheiro para os nascidos de janeiro a novembro. Estima-se que cerca de 40 milhões de trabalhadores fazem parte desses onze grupos.


Podem receber o novo FGTS, trabalhadores regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), trabalhadores rurais, trabalhadores intermitentes e temporários (trabalhadores urbanos contratados por empresa para prestação de serviços por determinado período) e trabalhadores a um único (que prestam serviços a diversas empresas, mas são contratados por um sindicato).


Além disso, atletas profissionais (como jogadores de futebol), empregados domésticos (obrigatoriamente desde 1/10/2015) Safreiros (trabalhadores rurais que trabalham apenas durante o período de colheita) podem receber o FGTS.


A Caixa já abriu o prazo para que os trabalhadores consultem os valores que têm a receber. O valor do saque do fundo pode chegar a até R$ 1.000.


FGTS: Quando o dinheiro pode ser sacado?


De acordo com o calendário, os assentamentos continuarão a ser liberados até 15 de junho. Por outro lado, todos os grupos poderão sacar até dezembro, segundo informações do Governo Federal.


Veja a programação para os nascidos todos os meses:


Janeiro: 20 de abril

Fevereiro: 30 de abril

Março: 4 de maio

Abril: 11 de maio

Maio: 14 de maio

Junho: 18 de maio

Julho: 21 de maio

Agosto: 25 de maio

Setembro: 28 de maio

Outubro: 1 de junho

Novembro: 8 de junho

Dezembro: 15 de junho


É importante lembrar que não há obrigação de saque do FGTS, mas se os trabalhadores não quiserem aproveitar a oportunidade, só poderão realizá-lo em situações específicas previstas em lei.


Canais de serviço


Primeiro, em caso de dúvidas, o trabalhador terá os seguintes canais de atendimento:


Aplicativo do FGTS e agências da Caixa Econômica Federal:


  • Consulte o valor a ser creditado;
  • Confira a data de crédito na Conta Poupança Social Digital;
  • Informe que você não deseja receber crédito pelo valor;
  • Solicitar a devolução do valor creditado na conta do FGTS;
  • Por fim, mudança de cadastro para criação da Conta Poupança Social Digital.

Fgts.caixa.gov.br do site:


Primeiro, realizar a consulta se o trabalhador tem direito ao Saque Extraordinário do FGTS;

Por fim, verifique a data de crédito na Conta Poupança Social Digital.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem