Conheça 5 coisas que geram problemas no coração e você não sabia.

Imagem: Reprodução/Google


As doenças cardiovasculares são algumas das mais temidas pelas pessoas. Afinal, o coração é o órgão responsável por bombear sangue e oxigenar todo o corpo.

Sem ele, nenhum outro órgão tem capacidade para funcionar. Portanto, vale a pena conhecer algumas causas comuns que geram problemas cardíacos.


Aspirina e comprimidos efervescentes


Você deve ter ouvido que as famosas pílulas efervescentes não são opções muito adequadas para tratar a dor.


Embora sejam analgésicos famosos, esses medicamentos podem aumentar as chances de problemas cardíacos em até 16%. A informação foi revelada em um estudo feito na Universidade de Dundee, no Reino Unido. Devido ao alto teor de sódio em sua composição, o comprimido tende a diminuir o diâmetro dos vasos sanguíneos.

Mudanças drásticas nas temperaturas


Quem trabalha ou teve contato direto com um hospital sabe que as mudanças de temperatura aumentam as chances de problemas cardíacos. Especialmente em dias que esfriam rapidamente. Essa variação pode gerar vasoconstrição, ou seja, os vasos se contraem e aumentam as chances de derrame e infarto, por exemplo.


A interação com drogas pode levar a problemas cardíacos


Automedicação é um hábito muito comum. Apenas uma simples dor de cabeça para tomar vários analgésicos sem qualquer indicação médica. Misturas erradas podem sobrecarregar o músculo cardíaco e causar danos graves ao coração. Por isso, procure sempre orientações médicas e avaliação adequadas para cuidar bem da sua saúde.


Poluição sonora


Uma pesquisa no Imperial College, em Londres, identificou uma característica preocupante em pessoas que vivem perto de aeroportos. Praticamente todos eles tinham 20% mais chances de desenvolver problemas cardíacos. A principal causa dos males foi a poluição sonora causada pelo pouso e decolagem das aeronaves.


Trauma pode causar problemas cardíacos


Pessoas que passam por grandes traumas podem se tornar "cardíacas", ou seja, apresentar problemas cardíacos. Os dados já tratam as doenças cardiovasculares como sequelas de grandes traumas na vida. Portanto, o ideal é sempre buscar tratamento psicológico e/ou psiquiátrico.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem