Beber café pode proteger coração e aumentar tempo de vida, afirma recente estudo. Confira

Imagem: Reprodução/Google


A ingestão de duas a três xícaras de café diariamente está sendo associada na redução de cerca de 10% a 15% dos riscos de contrair doenças cardíacas. De acordo com um estudo recente, a bebida pode estar associada a doenças reduzidas, como insuficiência cardíaca, problemas de ritmo cardíaco ou morte prematura sem motivo.


Estudo de dados que mostram que beber café pode proteger o coração


O estudo foi realizado em mais de 382.500 adultos sem doença cardíaca, em média com idade de 57 anos. A descoberta científica foi que voluntários que bebiam de duas a três xícaras de café por dia diminuem as chances de desenvolver doenças cardíacas ou problemas no futuro. E as pessoas que bebiam uma xícara de café por dia tinham menos risco de ter um derrame ou morrer de doenças cardiovasculares.


A pesquisa foi liderada pelo médico Peter M. Kistler, chefe de pesquisa em eletrofisiologia clínica do Instituto de Coração e Diabetes e chefe de eletrofisiologia do Hospital Alfred em Melbourne, Austrália.


Os diferentes tipos de café têm o mesmo efeito? 


Outra pesquisa analisou se os diferentes tipos de café tiveram o mesmo efeito. E para surpresa de todos, o resultado foi que café com cafeína, cafeína instantânea e descafeinado tiveram os mesmos efeitos.


Dr. Kistler acrescentou: "Acho que pode ter havido uma percepção de que café 'instantâneo' mais barato pode ser menos benéfico do que o café 'moído', que pode ser visto como 'mais puro', mas esse não foi o caso em nosso estudo."


Neste caso, a pesquisa demonstrou que o consumo diário de uma a cinco xícaras de café moído ou instantâneo está relacionado ao menor risco de arritmia, doença cardíaca ou derrame. Além disso, consumir de duas a três xícaras de qualquer tipo de café diminui os riscos de morte prematura relacionadas ao coração.


Mas para quem já sofre de problemas cardíacos, que riscos o café representa?


Um detalhe interessante da pesquisa é que os participantes que tiveram problemas cardíacos e arritmia foram analisados em um terceiro estudo, e em todos os riscos de doença ou agravamento foram menores.


"De acordo com o Dr. Kistler: " o estudo mostra que a ingestão regular de café é segura e pode fazer parte de uma dieta saudável para pessoas com doenças cardíacas."

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem