Auxílio-inclusão de R$ 606 é pago este mês. Quem pode sacar? Confira

Imagem: Reprodução/Google


Em Novembro de 2021, o Governo Federal organizou um recurso de meio salário mínimo (R$ 606). Apelidada de "Assistência integração", foi criada para incentivar a entrada no mercado de trabalho e promover a independência das pessoas com deficiência.


Para obter os repasses, o interessado deve obter bpc (benefício de prestação continuada) do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). O programa de atenção atende idosos com idade mínima de 65 anos e pessoas com deficiência de qualquer idade, ambas famílias de baixa renda.


Como funciona a assistência de integração?


As transferências são autorizadas quando o beneficiário ganha um emprego com carteira assinada, com salário de até dois salários mínimos (atualmente R$ 2.424). Você pode solicitar o subsídio para cada cidadão com um BPC ativo, cujas transferências foram suspensas ou paradas nos últimos 5 anos imediatamente antes do início da atividade remunerada.


O auxílio de R$606 será somado aos salários decorrentes do trabalho recém-adquirido. Essa atividade pode ser no setor privado, com contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social; com pagamento ao Regime Particular de Previdência Social (RPPS).


Como solicitar o benefício?


Um cidadão que atender a todos os requisitos pode solicitar pagamentos pelo telefone 135. Outra opção é aplicar através do aplicativo Meu INSS. No momento da solicitação da assistência de inclusão, é necessário anexar os seguintes documentos:


  • Documentos de identidade e cpf do requerente e familiares;
  • Inscreva-se no cadúnico atualizado;
  • Documentos médicos que comprovem a incapacidade;
  • Comprovação de despesas médicas não fornecidas pelo SUS;
  • Documento de recebimento do BPC/LOAS (disponível no Meu INSS);
  • Anuncie a formação do grupo familiar e entre no grupo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem