Tarifa na conta de energia terá redução este mês; Confira o diz a Agênicia Nacional de Energia Elétrica

Imagem: Reprodução/Google


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou a adoção da bandeira verde na conta de luz dos brasileiros a partir de maio. A novidade deve gerar uma redução no valor pago pelos consumidores, uma vez que não prevê aumento da tarifa de energia.


Até o início deste mês, a bandeira da escassez de água estava em vigor, o que soma R$ 14,20 a 100kWh consumidos. Esta é a primeira vez que a bandeira mais barata está em vigor desde o final de 2020, quando começou a crise hídrica do país.

Com o aumento das chuvas no Brasil, o nível de água nos principais reservatórios hidrelétricos do país voltou a subir, criando condições favoráveis para a geração de energia. , no entanto, a ANEEL ressalta que os valores devem mudar em junho.


A partir da próxima quarta-feira, 4, a agência realiza uma consulta pública para reajuste das tarifas para os anos de 2022 e 2023. A proposta prevê um aumento de 56% e 57% nas bandeiras amarela e vermelha nível 1, respectivamente. Para o nível 2 da bandeira vermelha, o plano é de redução de 1,7%.


As mudanças aumentam o custo da bandeira amarela de R$ 1,87 para R$ 2,87 a cada 100 kWh, e do nível vermelho 1 de R$ 3,97 para R$ 6,23. O vermelho nível 2 cai de R$ 9,49 para R$ 9,33.


A bandeira vermelha deve voltar a vigorar em 2023, segundo a ANEEL. A previsão é que o custo para a produção de eletricidade volte a subir no próximo ano.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem