Saque extraordinário do FGTS: Depósito não é feito automaticamente para todos. Veja o que fazer

Imagem: Reprodução/Google


Quem não retirou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), disponibilizado pelo governo federal em 2020, não terá o pagamento do saque-prêmio extraordinário automaticamente este ano. Para acessar o valor, esses cidadãos precisam solicitar o saque através do aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS).


Outros trabalhadores terão o pagamento escoado automaticamente na conta poupança social digital Caixa Tem (disponível para Android e iOS), até 20 de junho, de acordo com o calendário divulgado.


De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prazo para solicitar o saque extraordinário ou aceitar o depósito automático é 15 de dezembro. Quem não quiser crédito, poderá desfazer o pagamento via aplicativo do FGTS até 10 de Novembro. E, quem não fizer a decolagem, terá o valor devolvido ao fundo.


Como consultar o valor do FGTS?


É possível fazer a consulta através do site, aplicativo e internet banking da Caixa e agências. No entanto, o aplicativo tem mais funcionalidades, como consultar os valores, atualizar os dados da conta poupança digital e a solicitação de desfazção do crédito e manter o valor na conta do FGTS.


Calendário de pagamento do saque do FGTS


O calendário de pagamento está sendo de acordo com o mês de nascimento do trabalhador que tem saldo em contas ativas (emprego atual) ou inativas (empregos anteriores). As datas referentes à liberação do pagamento, no entanto, todos poderão sacar até 15 de dezembro, aquele que não retirar até essa data, terá o valor de volta no fundo.


Imagem: Seu crédito digital


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem