Descubra se você pode receber até 65% de desconto na conta de luz; Veja detalhes sobre o programa de tarifa social.

Imagem: Reprodução/Google


Em um momento delicado onde as contas são cada vez mais caras, qualquer desconto pode fazer uma diferença total nos orçamentos familiares. Além disso, para quem ainda não recebeu o desconto do Governo Federal, a possibilidade de entrar na chamada Tarifa Social de Energia Elétrica ainda existe, e não é necessário fazer a solicitação.


De acordo com as informações divulgadas pelo Ministério da Cidadania, pouco mais de 20 milhões de brasileiros estão dentro do sistema da Tarifa Social de Energia Elétrica, e são cidadãos que aproveitam descontos em seus boletos mensais de coleta, porém, vale ressaltar que o desconto varia de acordo com o gasto energético de cada casa.


No geral, quem gasta mais energia elétrica são aqueles com menor desconto, enquanto aqueles que consomem menos energia acabam recebendo um desconto maior.


De qualquer forma, para receber, o cidadão deve ter um cadastro ativo no CadÚnico – Cadastro Único – e ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo, ou seja, até R$ 606.


Assim como funciona para o Brasil Aid e para diversos outros programas sociais do Governo Federal, para ter acesso ao programa Tarifa Social, não é necessário fazer um cadastro direto, já que o Ministério da Cidadania analisará os dados cadastrados no CadÚnico para decidir se o cidadão pode ou não receber o abatimento da conta.


Até o final de 2021, os usuários que desejam aderir ao programa precisam se cadastrar por meio de uma agência da distribuidora de energia em sua região, porém, o processo passou por algumas mudanças, e o único cuidado é estar de acordo com as regras estabelecidas pelo CadÚnico.


Eu faço parte do CadÚnico e eu não tenho um desconto


Há situações em que mesmo recebendo meio salário mínimo e sendo matriculado no CadÚnico, o cidadão não recebe nenhum tipo de desconto nas contas de energia no final do mês.


Há cerca de dois meses, o Ministério da Cidadania divulgou um comunicado explicando que as pessoas que estão nessa situação, precisam atualizar o sistema CadÚnico, e a partir desta atualização, poderão receber o desconto.


No entanto, se mesmo após a atualização o indivíduo continuar sem o desconto da conta, ele deve procurar ajuda junto ao Ministério da Cidadania, através de canais digitais, ou através do número 121.


Por fim, vale ressaltar que o objetivo deste programa é ajudar famílias com renda média mensal a pagar suas contas de energia.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem