Confira qual é o valor do seguro-desemprego e quantas parcelas você pode receber.

Imagem: Reprodução/Google


Certamente o seguro-desemprego é um dos benefícios mais famosos entre os trabalhadores que têm carteira assinada. Trata-se de um benefício pago para ajudar o trabalhador em caso de demissão sem justa causa.


Embora seja um benefício bem conhecido entre os trabalhadores, ainda gera muitas dúvidas, como o valor e a quantidade de parcelas a serem recebidas. Estas são as perguntas mais frequentes entre os trabalhadores.


Pensando em resolver todas essas dúvidas, elaboramos este artigo para que possamos tentar resolver esses problemas. E você fica por dentro de todos os seus direitos.


Qual é o valor do seguro-desemprego?


Devemos lembrar que o valor do seguro-desemprego é ajustado todos os anos, por isso nem sempre será o mesmo valor. Esse reajuste acontece sempre que o salário mínimo também é reajustado. O seguro-desemprego é pago com base na média salarial, onde é utilizado para fazer o cálculo do benefício.


Com o benefício do seguro, o trabalhador pode receber pelo menos em 2022 o valor de um salário mínimo, ou seja, R$ 1.212,00 e máximo de R$ 2.106,08. Para saber é o valor que você receberá, você precisa realizar o seguinte cálculo:


Quantas parcelas você pode obter?


As parcelas que o trabalhador pode receber variam de 3 a 5, isso vai depender de quanto o empregado trabalhou, e funciona da seguinte forma:


  • 3 parcelas: 3 parcelas recebem trabalhadores que comprovem pelo menos 6 meses de trabalho.
  • 4 parcelas: recebe 4 parcelas, trabalhadores que comprovem pelo menos 12 meses de trabalho.
  • 5 parcelas: 5 parcelas recebem trabalhadores com 24 meses ou mais de trabalho.

Mas atenção, você deve saber se já é o seu 1º, 2º ou 3º, ou mais pedidos de seguro-desemprego, para cada vez que você solicitar o seguro, tem uma regra diferente, confira abaixo quais são:


  • 1ª solicitação: você deve ter trabalhado pelo menos 12 meses, antes da data da demissão.
  • 2º pedido: você deve ter trabalhado pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses, antes da data da demissão.
  • 3º pedido: você deve ter trabalhado pelo menos 6 meses antes da data da demissão.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem