Caixa Econômica Federal libera saque triplo do Abono Pis/Pasep. Confira

Imagem: Reprodução/Google


Em Março, a Caixa Econômica Federal encerrou os pagamentos do PIS/Pasep para o ano-base 2020, que estava previsto para ser pago somente este ano. Mais de 24 milhões de trabalhadores foram premiados. 


No entanto, essa não foi a única modalidade do PIS/Pasep liberada para saída este ano. Além disso, a Caixa permitirá mais três saques, sendo dois abono salarial e outro do fundo. Saiba mais abaixo.


Novas chances de sacar o PIS/Pasep


Mais de 500 mil trabalhadores ainda não sacaram os valores do PIS/Pasep para 2020. Portanto, mesmo que os pagamentos já tenham sido encerrados, o Governo Federal decidiu liberar os pagamentos até 29 de dezembro. 


Além dessa chance, os trabalhadores que trabalharam como atividade remunerada em 2019 também têm direito a sacar o benefício. Assim, cerca de 320.000 pessoas ganharam uma nova oportunidade. 


Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep, os seguintes requisitos devem ser atendidos:


  • Ter recebido em média até dois salários mínimos por mês em 2019;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep por pelo menos cinco anos em 2019;
  • Exercer atividade de carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2019.

No entanto, para receber os valores de 2019, é preciso solicitar o benefício do Ministério do Trabalho e Previdência Social.


A solicitação pode ser feita pessoalmente em uma unidade do ministério ou enviando um e-mail para o endereço [email protected], substituindo a "uf" pela sigla do estado em que mora.


Consulta do PIS/Pasep


Para mais informações e consulta ao PIS/Pasep, acesse o aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS.


Vale ressaltar que a última chance de sacar o abono salarial é em relação aos trabalhadores que trabalharam como carteira assinada entre 1971 e 1988.


Segundo a Caixa, estão disponíveis mais de R$ 23 bilhões à vista para mais de 10,5 milhões de pessoas. Os valores foram disponibilizados em 2019, porém, a maioria dos beneficiários não sabe o benefício e, portanto, ainda não retirou.


Portanto, se você conhece alguém ou é a pessoa que trabalhou nesse período, saiba que é possível consultar essas informações através do aplicativo do FGTS, já que o saldo das cotas do PIS/Pasep foi transferido para lá. 


Em caso de dúvidas, você também pode comparecer a uma agência da Caixa e solicitar informações sobre as cotas do PIS/Pasep para quem trabalhou entre 1970 e 1988.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem