Você pode ter dinheiro esquecido no PIS; Saiba como consultar com o CPF

Imagem: Reprodução/Google


O Programa de Integração Social, PIS, é o programa que permite que funcionários de empresas privadas tenham acesso aos benefícios determinados por lei, além de colaborar para que as empresas se desenvolvam no setor. Ou seja, o objetivo deste programa é integrar o colaborador ao desenvolvimento da empresa.


Dinheiro esquecido no PIS


É importante que os trabalhadores permaneçam conectados se há ou não algum dinheiro esquecido no PIS. Entre os valores esquecidos nos bancos e em algumas instituições financeiras estão os valores das cotas do PIS/Pasep que foram deixadas pelos trabalhadores. De acordo com os dados, quase 10,5 milhões de pessoas têm direito a receber o benefício, mas ainda não sabem.


As cotas são disponibilizadas apenas para cidadãos que trabalharam com carteira assinada entre 1970 e 1988. Caso o empregado não retirasse os valores naquele momento, ele pode ter dinheiro a ser recebido das contribuições do empregador.


Os valores são provenientes das cobranças feitas pelo PIS, que foram depositadas em um fundo público antes da implantação da Constituição de 1988.


No entanto, em 2019, o governo federal encerrou o programa e transferiu todos os recursos para o FGTS. No caso de titulares que morreram, os herdeiros podem ter acesso a esse recurso.


Como sacar?


Como já dissemos, você só terá o direito de sacar as cotas do PIS do trabalhador que ainda não sacou o dinheiro. Então, para ver se ainda há valores a receber, basta acessar o site ou aplicativo meu FGTS. Quem for considerado caixa da Caixa poderá realizar o procedimento no Internet Banking.


O beneficiário também pode usar o aplicativo do FGTS para transferir seus recursos para uma conta corrente. Entretanto, para sacar o valor em espécie, só é permitido sacar até três R$ 3 mil em casas lotéricas ou terminais da Caixa. Valores acima desse valor devem ser sacados na Caixa Econômica Federal.


Quais são as documentações necessárias para poder realizar o saque do valor esquecido no PIS?


Para sacar o valor esquecido no PIS, o trabalhador deverá apresentar os seguintes documentos:


  • CPF
  • NIS/PIS/PASEP
  • Carteira de Identidade;

Para os herdeiros responsáveis pelo saque, são necessários os seguintes documentos:


  • Certidão ou declaração de dependente com direito à pensão junto ao INSS;
  • Certificado fornecido pela entidade (no caso do servidor público);
  • Licença judicial determinando o sucessor ou representante legal;
  • Compartilhamento ou escritura pública de inventário e compartilhamento;
  • Procuração.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem