Veja como conseguir empréstimo com nome sujo no Caixa Tem

Imagem: Reprodução/Google


A Caixa Econômica Federal anunciou uma nova linha de microcrédito para trabalhadores autônomos e microempreendedores individuais (MEIs). A novidade vem à tona em março, mas 500 mil brasileiros já contrataram o serviço mesmo com o nome sujo.


O nome do programa de microcrédito é SIM Digital (Programa de Simplificação de Microcrédito Digital). O objetivo é permitir pedidos de valores que variam de R$ 300 a R$ 1.000. O interessante é que a taxa de juros começa em apenas 1,95% ao mês. Qualquer empréstimo pode ser dividido em até 2 anos (24 meses).


Empréstimo caixa tem para quem tem nome sujo


Todas as contratações podem ser feitas diretamente pelo aplicativo Caixa Tem. Os cidadãos que possuem cadastro de Pessoa Jurídica (CNPJ), como MEI, podem sacar entre R$ 1,5 mil e R$ 3.000 com juros a partir de 1,99% ao mês. O parcelamento também pode ser feito em até 24 meses. Entretanto, a solicitação de CNPJ deve ser realizada em uma agência da Caixa.


Como acessar o mesmo SIM digital com nome sujo


Para poder solicitar o empréstimo, trabalhadores e microempreendedores não podem ter saldo devedor acima de R$ 3.000. O financiamento habitacional ou os limites de cartão de crédito não-uso e cheque especial não entram nesta conta.


Os MEIs não podem ter faturamento anual acima de R$ 81 mil, enquanto os microempreendedores não devem ultrapassar R$ 360 mil.


Vale ressaltar que todos os pedidos estão sujeitos à aprovação. O processo de análise e liberação do contrato ocorre no prazo de 10 dias após a solicitação ser feita pelo cidadão.


A ideia do crédito é que ele sirva para garantir o apoio de projetos em todo o Brasil. Não é o objetivo, portanto, conseguir dinheiro para fins pessoais, mas para fins profissionais. Ao todo, mais de 905 mil pessoas já fizeram a solicitação com um valor médio de R$ 781,71.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem