Saque FGTS 2022: Domésticas também poderão resgatar até R$ 1.000? Confira

Imagem: Reprodução/Google


O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começará em poucos dias. Segundo a Caixa Econômica Federal, responsável pelos pagamentos, cerca de 42 milhões de brasileiros terão acesso aos recursos, que totalizam o montante de R$ 30 bilhões.


Com o calendário de saques do FGTS 2022 se aproximando, muitas pessoas ainda estão em dúvida se vão ou não sacar esse dinheiro, como aqueles que trabalham como empregada doméstica, por exemplo. Esse grupo também terá acesso ao resgate de parte do dinheiro do fundo? Descubra abaixo!


Os domésticos poderão sacar o FGTS emergencial em 2022?


A resposta é sim, desde que tenham saldo disponível no FGTS. De acordo com as regras do saque emergencial, eles terão acesso a recursos que basicamente têm saldo em contas vinculadas ao fundo e não utilizaram o dinheiro em operações de garantia de crédito.


Ou seja, basta ter algum valor na conta para sacar. E para isso, o cidadão precisa trabalhar ou ter um trabalhador com carteira assinada que, por sua vez, garante depósitos de 8% sobre o salário nas contas do FGTS. Aqueles que nunca trabalharam formalmente ou têm saldo zero, por exemplo, não participarão da nova rodada de saques.


O valor limite é de até R$ 1.000 por pessoa e, mesmo aqueles que têm saldo acima, não poderão sacar excedentes. O mesmo se aplica àqueles com saldo abaixo do limite. Nesse caso, o valor oferecido será o disponível no fundo.


Calendário oficial de saque emergencial do FGTS 2022


O calendário de saques do FGTS 2022 começa a partir de 20 de abril e leva em conta o mês de nascimento do trabalhador.
Após a liberação, o dinheiro estará disponível para saque até 15 de Dezembro:


Veja as datas:


nascimentos de Janeiro a 20 de Abril

nascimentos Fevereiro - 30 de Abril

nascidos de Março a 4 de Maio

nascimento Abril - 11 de Maio

nascidos em Maio - 14 de Maio

nascidos em Junho - 18 de Maio

nascidos em Julho - 21 de Maio

nascidos em Agosto - 25 de Maio

nascidos em Setembro - 28 de Maio

nascidos em Outubro - 1 de Junho

nascidos em Novembro - 8 de Junho

nascidos em Dezembro - 15 de Junho


Lembrando que essa modalidade de saque não é obrigatória. Quem não quiser mexer no saldo do FGTS pode aguardar a devolução automática do dinheiro após o prazo ou informar à Caixa sobre a decisão.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem