Calendário do FGTS emergencial: Novo lote de até R$ 1 mil será liberado dia 30. Confira

Imagem: Reprodução/Google


Na última quarta-feira, 20, começou o saque extraordinário do FGTS, que permitirá que alguns trabalhadores obtenham o valor de até R$ 1 mil. Se você baixou o aplicativo do FGTS e conferiu seu saldo, basta verificar as datas e decidir se deseja fazer o saque.


Os primeiros beneficiários foram os trabalhadores nascidos em janeiro. Com o feriado, o calendário de pagamentos retorna no dia 30, premiando o aniversário de fevereiro.


A medida foi implementada pelo governo federal para ajudar a estimular a economia neste ano eleitoral, iniciativa que inclui muitas outras medidas e benefícios.


O FGTS, formalmente conhecido como Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, dá aos trabalhadores com carteira assinada o direito de pagar quando demitidos sem justa causa, com doença grave, para comprar uma casa ou se aposentar.


Abaixo está uma lista de detalhes de pagamento e respostas às perguntas mais importantes que muitos trabalhadores estão fazendo em relação ao benefício.


Quando o dinheiro pode ser sacado?


Os valores já estão disponíveis na poupança social digital, e as saídas podem ser feitas até 15 de dezembro.

O governo federal divulgou um cronograma, quebrado por mês de nascimento, que indica quando os beneficiários podem decolar. Veja abaixo:


Nascidos em janeiro recebem em 20/04 - LIBERADO

Nascidos em fevereiro recebem em 30/04;

Nascidos em março recebem em 04/05;

Nascidos em abril recebem em 05/11;

Nascidos em maio recebem em 14/05;

Nascidos em junho recebem em 18/05;

Nascidos em julho recebem em 21/05;

Nascidos em agosto recebem em 25/05;

Nascidos em setembro recebem em 28/05;

Nascidos em outubro recebem em 01/06;

Nascidos em novembro recebem em 08/06;

Nascidos em dezembro recebem em 15/06.


Quem pode fazer o saque extraordinário do FGTS?


Você pode sacar quem tem conta ativa ou inativa vinculada ao FGTS.


Como vejo o saldo do FGTS?


Você pode baixar uma nova versão do aplicativo do Sistema de Transferência do Governo Federal da App Store e Google Play Store.


No aplicativo, os trabalhadores elegíveis para a saída podem:


  • Veja o valor a ser creditado;
  • Confira a data de crédito na conta poupança social digital;
  • Informe que não deseja receber o dinheiro que, neste caso, continuará na conta do FGTS do trabalhador;
  • Solicitar a devolução do valor creditado na conta do FGTS;
  • Faça alterações cadastrais para criar a conta poupança digital.

Para utilizar o serviço no site da Caixa, é necessário disponibilizar o número exclusivo do PIS, que também pode ser encontrado na carteira de trabalho ou em outros extratos inseridos no site. Você também precisará criar uma senha e inscrevê-la no aplicativo.


Você também pode usar a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas você deve informar o NIS.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem