Auxílio emergencial retroativo em Abril: Consulte o CPF e veja se você vai receber


Imagem: Reprodução/Google


O Governo Federal informou o cancelamento do benefício de auxílio emergencial no final do ano passado, 2021. No entanto, quando o benefício estava em vigor, todos que tinham direito a recebê-lo poderiam realizar a consulta por meio do aplicativo Caixa Tem.


Apesar do cancelamento do auxílio, em Abril deste ano, algumas pessoas voltaram a receber o benefício retroativamente. Isso porque o Ministério da Cidadania está pagando parcelas retroativas a pais solteiros que são chefes de famílias de pais solteiros.


Em média, 1,3 milhão de brasileiros receberão parcelas retroativas de auxílio emergencial. O banco responsável pelos pagamentos, ou seja, a Caixa Econômica Federal, já liberou o pagamento do benefício retroativo para cerca de 823,4 mil homens. Assim, em média 500.000 pais solteiros chefes de família de pais solteiros ainda receberão benefícios retroativos.

Novos pagamentos


Como mencionamos no início deste artigo, a Caixa Econômica Federal está escoando o pagamento de parcelas retroativas do extinto benefício de Auxílio Emergencial para todos os pais solteiros que são chefes de família de pais solteiros.


Da mesma forma que os pagamentos iniciais do Auxílio Emergencial foram feitos por meio do aplicativo Caixa Tem, o pagamento retroativo que está sendo feito ao público mencionado também está sendo depositado na referida poupança digital.


O valor total a ser pago pode chegar até R$ 3 mil, mas vai variar de pessoa para pessoa, pois depende de quantas das 5 parcelas pagas no ano de 2020 os beneficiários já receberam.


Quem faz a análise de quem pode receber ou não é o Ministério da Cidadania, de acordo com o perfil de cada um dos beneficiários. Veja como essa análise é feita:


  • Beneficiários do Bolsa Família e do CadÚnico (hoje conhecido Bolsa Família): o Ministério da Cidadania verifica se o pai da família é solteiro ou não e está registrado como Guardião da Família e já recebeu a simples cotação de Assistência Emergencial;
  • Também verifica se não existe realmente um cônjuge e se há pelo menos uma pessoa na família que tem menos de 18 anos.

No entanto, é preciso mencionar que todos os primeiros pagamentos de auxílio emergencial foram destinados apenas a pais solteiros que se inscreveram para o programa citado através de canais digitais. Dessa forma, os pagamentos retroativos serão feitos apenas para aqueles que se encaixam no perfil que foi mencionado acima. O valor do benefício a ser recebido varia entre R$ 600 e R$ 3.000, dependendo de quando foi iniciado o pagamento do benefício social.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem