Auxílio Emergencial: Nova parcela será liberada ainda este mês; Confira data

Imagem: Reprodução/Google


Cerca de 450.000 pais solteiros chefes de famílias de pais solteiros ainda receberão assistência de emergência retroativa. Os cidadãos podem consultar se têm direito ao benefício através dos canais oficiais do programa, como o Dataprev.


O Governo Federal está concordando com as contas com pais solteiros que durante o período de auxílio emergencial não receberam as parcelas duplas do benefício. Na época, apenas mães sozinhas recebiam R$ 1.200.


O cidadão pode acessar dois portais para consultar o pagamento, sendo o primeiro o agente de socorro de emergência, e o segundo, o site da Dataprev. Verificar:


Site 1

Site 2


A consulta é muito simples. Após o acesso, basta digitar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e nome completo da mãe, se você souber.


Parte do Auxílio de Emergência foi liberada em 2022?


Em 2022, o auxílio emergencial foi liberado. No entanto, os beneficiários devem ficar atentos, pois o benefício foi liberado apenas para pais solteiros que não receberam o benefício duas vezes, já que o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou. neste ano de 2022, o projeto de lei (PL) que estendia ao provedor de um único-pai o dobro do recebimento do programa.


Quase 1 milhão de pais solteiros receberam o primeiro pagamento retroativo das cinco primeiras (5) parcelas do auxílio emergencial. O número exato é de 823,4 mil beneficiários que receberam o benefício entre abril e agosto de 2020.


No entanto, o Governo Federal estima que 1,3 milhão de pais solteiros têm direito a receber a cota dupla em 2022. Esse grupo receberá um valor entre R$ 600 e R$ 3.000, dependendo de quando o benefício social foi pago. O valor foi depositado na conta poupança da Caixa, em parcela única, em 13 de Janeiro de 2022.

De acordo com informações da CAIXA, o valor a ser pago será de R$ 600 (se for um mês) e R$ 3.000 (se for 5 meses). Todos os homens que são chefes de famílias de pais solteiros, ou seja, que não têm cônjuge, companheiro ou companheiro, e um dos membros da família têm menos de 18 anos podem receber o benefício.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem