Atenção! Auxílio emergencial retroativo tem consulta Aberta em Abril; Confira se você tem direito

Imagem: Reprodução/Google

A Dataprev - empresa de tecnologia previdenciária - mantém aberta em abril a consulta de parcelas do auxílio emergencial retroativo. O governo iniciou os pagamentos daqueles que tiveram valores a receber do benefício no início deste ano, com autorização por meio de Medida Provisória (MP) nº 10.841.


Os pais não pagos que receberam apenas uma parte do benefício em 2020, no valor de R$ 600, têm direito ao pagamento de auxílio emergencial atrasado. Na época, o governo decidiu que apenas mães solteiras tinham direito a uma cota dupla, no valor de R$ 1.200.


Congresso derrubou veto


No ano passado, o Congresso Nacional revisou o veto do presidente Jair Bolsonaro (PL) que excluía homens chefes de famílias de pagamento duplo, permitindo assim a esse grupo acesso a recursos retroativos a partir deste ano. Ao todo, foram destinados R$ 4,1 bilhões para auxílio emergencial retroativo.


Qual é o valor do auxílio de emergência retroativo?


Os pagamentos retroativos do benefício variam de R$ 600 a R$ 3.000, dependendo do valor das parcelas a que o beneficiário teve acesso em 2020.


Se ele recebeu 5 parcelas de auxílio emergencial entre abril e agosto do ano em questão, então ele terá direito ao pagamento de R$ 3.000, pago em uma única parcela. Mas se fosse apenas um, o valor passa a ser de R$ 600, por exemplo.


Como consultar auxílio retroativo?


Os pais solteiros que serão beneficiados com a nova rodada de pagamentos retroativos do auxílio podem consultar se têm direito ao parcelamento e quanto receberão por meio de consulta no site da Dataprev. Basta usar o CPF para acessar as informações.


É importante ressaltar que os novos pagamentos retroativos do auxílio não exigem que o cidadão beneficiário se recadastrando. Isso porque somente quem já participou do benefício em 2020 terá acesso a recursos atrasados.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem