Gás encanado pode ficar até 60% mais caro; Prepare o bolso! Confira detalhes

Imagem: Reprodução/Google


Os Brasileiros que já estão pagando caro pelo gás de cozinha precisam se preparar. Isso porque, nos próximos meses, o preço do gás canalizado deve subir 60% até agosto, segundo projeções da ARM Consultoria.


O gás canalizado é natural, não refinado de petróleo, como GLP, gás de botijão. No entanto, seu preço também é impactado pelo preço internacional do petróleo. Como resultado do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, o preço do barril de petróleo cresceu acentuadamente.


O preço da gasolina no botijão também aumentou atingindo R$ 160. O gás encanado também será aumentado. Segundo o sócio fundador da ARM Consultoria, Bruno Armbrust, em maio, deve haver um reajuste de 20% a 25%.


"Estimamos que Agosto deve ser o pico nos preços do gás canalizado, acumulando um aumento de 60% no ano, se o barril de petróleo permanecer em US$ 115. Mas se ficar ainda mais caro, podemos ver um novo ajuste em novembro", disse Armbrust.


Adriano Lorenzon, diretor de Gás Natural da Abrace (Associação dos Grandes Consumidores industriais de Energia Industrial e Consumidores Livres), disse que o preço do gás canalizado é determinado pelo valor do barril de petróleo do tipo Brent, que é caro como resultado da guerra.


"Hoje, a Petrobras é a principal fornecedora de gás canalizado e responde por algo em torno de 90% do mercado brasileiro. Os preços que a empresa usa para o gás são baseados no petróleo Brent, que vem sofrendo altas de preços desde o final do ano passado. A situação piorou com a guerra na Ucrânia", disse Lorenzon

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem