Auxílio Emergencial: Brasileiros possuem dinheiro “esquecido” do benefício; Saiba mais.

Imagem: Reprodução/Google

O programa de Ajuda emergencial chegou ao fim em outubro do ano passado, mas muitas pessoas ainda não retiraram todos os valores do programa. Esse valor faz parte do dinheiro "esquecido" nos bancos, cuja consulta está disponível através do novo sistema do Banco Central.


O Sistema de Valores A Receber deve promover o retorno de cerca de R$ 8 bilhões a milhões de brasileiros, dos quais R$ 3,9 bilhões estão apenas em sua primeira fase. A largada da segunda etapa está marcada para maio.


Prazo para resgate

De acordo com as regras da iniciativa, o beneficiário tem até 120 dias para resgatar o dinheiro do auxílio. Portanto, apenas os depósitos feitos dentro desse prazo ainda estão disponíveis. As demais parcelas deixadas na conta já foram devolvidas à União.


Considerando essas datas, é bem possível que apenas pais sozinhos tenham valores a serem recebidos. Isso porque, no início deste ano, o governo depositou uma parcela retroativa de até R$ 3.000 para mais de 800 mil homens que cuidam apenas de crianças menores de idade.


Como desenhar?


Os valores não retirados do auxílio emergencial devem ser consultados no site valoresareceber.bcb.gov.br, apenas informando a data de nascimento o número do CPF. O sistema BC exibirá uma data e hora para solicitar a transferência de dinheiro.


No dia agendado, basta voltar ao portal e fazer login com seu gov.br (nível prata ou ouro). O banco tem até 12 dias para efetuar o pagamento via Pix, a partir da data da solicitação.


Vale ressaltar que os pedidos de transferência estão sendo escalonados com base na data de nascimento da pessoa ou na criação da empresa. Esta semana, é a vez dos nascidos entre 1968 e 1983. A partir da próxima segunda-feira, 21, os nascidos após 1983 poderão solicitar o resgate.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem