Solicitação de abono PIS/Pasep atrasado poderá ser feita em Março. Veja detalhes

Imagem: Reprodução/Google

Cerca de R$ 208,5 milhões do abono salarial do PIS/Pasep para 2019 não foram sacados pelos trabalhadores brasileiros. O Ministério do Trabalho e Previdência Social decidiu dar-lhes uma nova chance, e vai autorizar o pedido do benefício atrasado a partir de 31 de março.


O início dos pedidos ocorrerá logo após o término do calendário de pagamentos deste ano. Em 2022, a transferência se referirá ao ano-base de 2020 porque os depósitos do ano passado foram adiados pelo governo. A liberação do subsídio de 2021, que ocorreria agora, era para 2023.

Até então, a informação era de que o pedido do dinheiro esquecido poderia ser feito a partir de 8 de fevereiro, assim que o novo calendário começasse. Mas de acordo com o programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, a pasta do Trabalho e Previdência optou pelo adiamento.


Como solicitar o subsídio


Quem tem dinheiro do esquecido abono DO PIS/Pasep precisa abrir um recurso administrativo pessoalmente em uma das superintendências do Ministério do Trabalho no país.
Os endereços podem ser encontrados aqui.


A pasta alertou que sobre um possível atraso no serviço, uma vez que "parte da equipe está no home office devido à pandemia Covid-19, mas espera que a situação seja regularizada até o prazo de início da solicitação".


Calendário de abono do PIS/Pasep 2022


Mais de 22 milhões de trabalhadores que atuam como carteira assinada poderão acessar o abono salarial do PIS/Pasep este ano. O custo dessas rodadas aos cofres públicos será de cerca de R$ 20 bilhões.

Para saber se você tem direito a transferências, acesse o aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Os pagamentos do benefício ocorrem de acordo com o mês de nascimento (PIS) ou com o término do cadastro (Pasep) do trabalhador. Veja as datas:


PIS:


Imagem: Reprodução/Google

Pasep
Imagem: Reprodução/Google





Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem