PIS/PASEP: Não recebeu o abono salarial? Saiba o que pode ter acontecido

Imagem: Reprodução/Google

De acordo com informações do Ministério do Trabalho e Previdência Social, haverá um pagamento retroativo do abono salarial. Os depósitos do PIS/PASEP referem-se ao ano-base 2019 e devem ser feitos entre fevereiro e março para aproximadamente 154 mil trabalhadores.


A pasta informou que esses depósitos específicos estão relacionados a um erro no processamento do ano-base do PIS/PASEP 2019. Portanto, o trabalhador não terá que se preocupar em tomar qualquer tipo de medida para solicitar o pagamento, que por sua vez será depositado em uma conta digital da Caixa Econômica Federal (CEF).


Acredita-se que esses depósitos sejam feitos na conta poupança social digital administrada pelo aplicativo Caixa Tem. A plataforma tem sido amplamente utilizada pelo Governo Federal para viabilizar benefícios previdenciários e sociais sem que o trabalhador tenha que sair de casa.

Estima-se que a distribuição dos valores seja de cerca de R$ 113,97 milhões. O ministério ressaltou que, "estes são os demais trabalhadores que não receberam o benefício por falta ou divergências nas informações daquele ano base", explicou.


Vale ressaltar que ainda há um cenário em que 320 mil trabalhadores esqueceram de sacar o PIS/PASEP para 2019 e que foi liberado entre 2020 e 2021. Esse grupo deve esperar até o final de março para reivindicar o benefício esquecido.


Conforme apurado, foram liberados R$ 208 milhões entre julho de 2020 e junho de 2021. O pedido de atraso nos pagamentos deve ser feito diretamente junto ao Ministério do Trabalho e Previdência Social a partir de 31 de março de 2022.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem