Nova liberação de saque do FGTS: Confira quem tem direito ao benefício agora!

Imagem: Reprodução/Google


Os trabalhadores residentes em Itabuna (BA) e Itororó (BA), podem solicitar, a partir desta terça-feira (11), o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade.


A liberação, devido às fortes chuvas nas cidades, pode ser solicitada à CAIXA por meio do aplicativo do FGTS.


Quem pode ter acesso ao saque do FGTS por calamidade


Os moradores das áreas afetadas, segundo endereços identificados pela Defesa Civil Municipal, podem solicitar a comissão até 28 de março de 2022.


Portanto, é necessário ter saldo positivo na conta do FGTS e não ter feito o saque pelo mesmo motivo em um período inferior a 12 meses. Ou seja, o valor máximo para saque é de R$ 6.220,00.


A solicitação é feita de forma fácil e rápida pelo aplicativo do FGTS, opção Meus Saques, no celular, sem a necessidade de comparecer a uma agência.


Além disso, ao registrar a solicitação é possível indicar uma conta da CAIXA, incluindo a Caixa Econômica Digital, ou outra instituição financeira para receber os valores, sem nenhum custo.


Até o momento, oito municípios da Bahia e Minas Gerais foram qualificados para receber o Saque do FGTS por calamidade.


Confira a lista:


Bahia: Canavieiras, Eunápolis, Gandu, Ilhéus, Itabuna, Itororó, Medeiros Neto, Mundo Novo, Prado e Teixeira de Freitas.

Minas Gerais: Águas Formosas e Machacalis.


Como fazer o pedido?


O trabalhador que tem direito ao serviço por calamidade pode seguir estas etapas:


  • Baixe o aplicativo do FGTS e insira as informações cadastrais;
  • Acesse a opção "Minhas saídas" e selecione "Outras situações de saque - Calamidade pública" - acesse a cidade;
  • Encaminhar os seguintes documentos: documento com foto, comprovante de residência em nome do trabalhador, emitido até 120 dias antes do decreto de calamidade;
  • Selecione a opção de crédito do valor da conta corrente, incluindo a Caixa Econômica Federal, ou outro banco e envie a solicitação.

O prazo para devolução da conta de análise e crédito, se aprovado o pagamento, é de cinco dias úteis.


Apresentação de documentos


Siga alguns esclarecimentos.


  • Carteira de identidade: carteira de motorista e passaporte também são aceitos;
  • Comprovante de residência em nome do trabalhador: conta de luz, água ou outro documento recebido via correio, emitido até 120 dias antes do decreto de calamidade.
  • Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável, se o comprovante de residência estiver em nome de um cônjuge ou companheiro.

Para mais informações, o trabalhador pode acessar o site da Caixa ou entrar em contato com a CAIXA pelo telefone 0800 726 0207.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem