Atenção! Com o aumento dos casos de Covid-19 comércios voltam a fechar pelo mundo. Veja detalhes!

Imagem: Reprodução/Google


A variante omicron coronavírus (Sars-CoV-2) está preocupando toda a comunidade internacional. Um novo recorde de casos registrados foi quebrado ontem (5). De acordo com nosso mundo em dados, havia 2,59 milhões de novos infectados em todo o mundo.


A velocidade de transmissão do omicron está fazendo com que vários países retornem aos níveis do início de 2021, quando a vacinação ainda começava. Mas o número de mortes não segue o mesmo ritmo: na quarta-feira, foram 7.890, longe do pico registrado em 26 de janeiro do ano passado (17.442).


Os Estados Unidos também quebraram seu recorde diário de novos casos entre terça e quarta-feira (869.187). Nos últimos três dias, o país concentrou cerca de metade das novas infecções em todo o mundo, uma proporção sem precedentes até agora. Por causa disso, vários eventos já estão sendo cancelados ou adiados, como o tradicional Grammy Awards.

O presidente Joe Biden já havia anunciado novas medidas de restrição depois que os primeiros casos da variante omicron foram registrados, como a exigência de testes negativos feitos um dia antes de viajar para o exterior, bem como incentivos à vacinação. Mas as ações não têm se mostrado efetivas, como indicam dados nacionais sobre a doença.


O Reino Unido também bateu um recorde. Um total de 218.724 novas infecções do Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas, o maior número desde o início da pandemia no país. Mesmo assim, o primeiro-ministro Boris Johnson afirmou que há "boa chance" de medidas de restrição não serem ampliadas.


Medidas de restrição ficam mais duras em alguns países


Na França, país que registrou o terceiro maior número de casos ontem (332.252, um novo recorde), a Assembleia Nacional aprovou o passaporte de vacinação que limitará o acesso a locais públicos, como bares e restaurantes, apenas para vacinados. Na Itália, os requisitos de vacinação para maiores de 50 anos são válidos até 15 de junho.


No Peru, foram registrados 8.687 novos casos, um recorde nos últimos oito meses. Como parte, o governo local decidiu estender o toque de recolher noturno e limitar a capacidade de dentro de casa.


A China também vem registrando casos da variante omicron, apesar das medidas duras para combater a pandemia que o país adota. Em Hong Kong, onde mais de 100 casos da nova cepa já foram relatados, as autoridades anunciaram a proibição de voos de oito países, cancelamento de eventos e fechamento de alguns estabelecimentos, como bares e academias.


Duas cidades chinesas estão em confinamento. Em Yuzhou, que tem 1,1 milhão de habitantes, a medida foi anunciada após 3 casos assintomáticos serem registrados. Xi'an, com 13 milhões de habitantes, está preso há duas semanas.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem