Atenção! Banco do Brasil anuncia novo prazo para de renegociação de dívidas.

Imagem: Reprodução/Google

O Banco do Brasil decidiu expandir até o próximo dia 30, o mutirão de renegociação de dívidas. Os participantes poderão contar com descontos de até 95% para pagar em dinheiro dívidas em aberto. 


Quem não puder pagar as dívidas à vista também pode ter condições especiais de desconto em juros e parcelamento em até 100 vezes.


Desde o início da ação, no último dia 8, foram realizadas cerca de 42 mil operações, totalizando R$ 634 milhões renegociados em todo o Brasil.


As condições estão disponíveis para mais de 3,5 milhões de clientes – pessoas físicas, rurais e pessoas jurídicas, que possuem dívidas pendentes decorrentes de operações de crédito pessoal, cartão de crédito, cheque especial e outros. 


Como renegociar dívidas no Banco do Brasil?

Os interessados na negociação podem ir a uma das agências do Banco do Brasil ou acessar canais digitais como site, aplicativo, WhatsApp no 61-4004-0001 e na Central de Atendimento 4004-001/0800 729 0001.


Banco do Brasil

O Banco do Brasil é um banco brasileiro, constituído na forma de uma empresa de economia mista, com participação do Governo Federal em 50% das ações.


Número de brasileiros endividados bate recorde

Segundo a PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), o número de pessoas endividadas no Brasil bateu recorde, atingindo 74,6% das famílias.


No total, 12,2 milhões de brasileiros têm dívidas em atraso e o cartão de crédito continua sendo o grande responsável pelo endividamento de 84,9% do total de pessoas.


O atual cenário de inflação que vem deteriorando a renda das famílias e tirando o poder aquisitivo pode ser visto como o principal responsável por esse aumento do endividamento.


Além disso, no final do ano, as pessoas acabam gastando mais do que deveriam, o que pode causar dívidas posteriores.


A boa notícia é que existem algumas plataformas que ajudam os consumidores a renegociar suas dívidas e, assim, começar o ano com pouco mais folga.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem