Abono salarial será de até R$ 2.420 a partir de janeiro; Veja quem tem direito

Imagem: Reprodução/Google


Os trabalhadores que contavam com o abono salarial do PIS/Pasep deste ano receberam a notícia de que os pagamentos foram adiados para 2022. O objetivo do governo era arrecadar recursos para custear o Programa emergencial de Manutenção do Emprego e renda (BEm).


A expectativa agora é que a liberação ocorra a partir de janeiro do próximo ano. O abono é um direito dos trabalhadores que trabalharam com carteira assinada por um período mínimo de 30 dias no ano-base, que neste caso era 2020.

Além do valor diferido, os cidadãos também devem receber o abono do ano-base 2021. Isso significa que, em 2022, o benefício poderá ser depositado o dobro para todos aqueles que trabalharam com carteira assinada nos dois anos-base mencionados (2020 e 2021).


Como é pago o abono do PIS/Pasep?


O dinheiro é liberado proporcionalmente ao número de meses trabalhados, até o valor máximo de um salário mínimo. Ou seja, aqueles que trabalharam apenas um mês recebem 1/12 do piso nacional, enquanto aqueles que trabalharam em todos os doze meses têm direito ao valor integral.

Vale ressaltar também que será feito um reajuste no salário mínimo válido a partir de janeiro. De acordo com a previsão mais recente do governo, o valor deve chegar a R$ 1.210 para zerar a inflação acumulada e evitar perdas no poder aquisitivo dos brasileiros.


O cronograma de pagamento do abono salarial ainda não foi divulgado, mas há expectativas de que a liberação seja feita no mês de nascimento do trabalhador.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem