PIS/Pasep 2022 já tem calendário? Confira o que se sabe até agora.

Imagem: Reprodução/Google


Para quem recebe até dois salários mínimos será feito, excepcionalmente em 2022, o pagamento em dobro do abono PIS/Pasep. Isso ocorrerá porque no ano de 2021 não teve o pagamento referente ao ano anterior e, assim, o benefício ficou para 2022. Por isso a expectativa é grande quanto as datas de pagamento pelo novo calendário.


Tem direito ao abono salarial o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos.


Além disso precisa ter recebido remuneração de até dois salários mínimos no ano anterior ao pagamento. Outra exigência é ter trabalhado de carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano referência. Quem se encaixa em todas as regras tem direito ao abono do PIS/Pasep.

Como mencionado, o benefício do PIS/Pasep é direito garantido aos trabalhadores formais que cumprem as exigências do programa. O ano-base de 2020, que deveria ter sido pago em 2021, foi transferido para o ano que vem e, por isso, há grande expectativa sobre o calendário do abono PIS/Pasep de 2022.


Contudo, ainda não se sabe qual o início correto para o pagamento, mas a previsão do governo é entre os meses de janeiro e fevereiro de 2022.


Outra dúvida é em relação aos valores do abono do PIS/Pasep e se serão pagos de 2020 e 2021, tudo no ano que vem. Além disso, deve ter mudança no valor pago já que o abono leva em conta o salário mínimo vigente. Por isso os valores ainda devem ser ajustados.


A previsão é de que chegue a R$ 1.200.


Veja como fica o pagamento de acordo com os meses trabalhados:


1 mês: R$ 100;

2 meses: R$ 200;

3 meses: R$ 300;

4 meses: R$ 400;

5 meses: R$ 500;

6 meses: R$ 600;

7 meses: R$ 700;

8 meses: R$ 800;

9 meses: R$ 900;

10 meses: R$ 1.000;

11 meses: R$ 1.100;

12 meses: R$ 1.200.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem