Programa Renda Família iniciou inscrições; Confira como participar.

Imagem: Reprodução/Google

O período de inscrições para o Programa Renda Família Mais Mulher começou na última segunda-feira, 11. A medida é uma iniciativa da Prefeitura de Goiânia e funciona como um auxílio financeiro voltado para mulheres em situação de vulnerabilidade que vivem na capital. O valor do benefício é de R$ 300, com duração de seis meses. De acordo com o decreto publicado pela administração municipal, podem receber os recursos: mulheres que perderam o emprego e a renda, trabalhadoras informais, autônomas e microempreendedoras individuais, mães monoparentais, que cuidam dos filhos sem ajuda do pai, mulheres com medidas protetivas em situação de abrigamento e mulheres recém-saídas de abrigamentos.


A solicitação do auxílio poderá ser feita até o dia 31 de março de 2022, pelo site da Prefeitura de Goiânia (veja como solicitar abaixo). A interessada deve preencher um formulário de inscrição, junto com um termo de aceite de declaração e entrega de documentos.


Como solicitar o benefício:


Para se inscrever no Programa Renda Família Mais Mulher, é preciso que a cidadã tenha inscrição no Cadastro Único (CadÚnico), seja responsável pela unidade familiar, maior de 18 anos e esteja enquadrada na faixa de renda familiar per capita para famílias de baixa renda.



Veja a seguir como solicitar o benefício:


 

  • Acesse o site da Prefeitura de Goiânia;
  • Preencha o formulário de inscrição;
  • Preencha o termo de aceite da declaração;
  • Envie os documentos solicitados.



Depois de realizadas essas etapas, a requerente pode acompanhar o andamento da sua solicitação pelo site da prefeitura. O repasse do auxílio de R$ 300 será realizado por meio de cartão, que será entregue à mulher no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo do endereço declarado no formulário.



A prefeitura realizará entrevistas com as mulheres que solicitarem o pedido por meio da Secretaria da Mulher, podendo exigir documentação complementar se necessário. Além disso, caso julgue importante, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social poderá averiguar os documentos da solicitante utilizando o banco de dados ou por meio de vistoria residencial.


Fonte : Rede Brasil News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem