Com o programa Microcrédito Empreendedor, BNDES libera empréstimo até R$ 21 para MEI, garantir capital de giro e matéria-prima; Confira simulação.

Imagem: Reprodução/Google


O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) oferece linha de crédito para Microempreendedores Individuais (MEI) com valor de até R$ 21 mil. Atrativas, as taxas de juro ficam em torno de 4% ao mês. Com o programa, nomeado Microcrédito Empreendedor, microempreendedores poderão investir em equipamentos, matéria-prima e garantir capital de giro.


Para ter direito de solicitar o empréstimo, a empresa deve possuir uma receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil por ano – além disso, pessoas físicas e jurídicas estão aptas a receber a linha de crédito, desde que realizem atividades produtivas de pequeno porte.


A aprovação do pedido de empréstimo está sujeita à análise de crédito, avaliando se o negócio se encaixa nos pré-requisitos do BNDES.


Como solicitar empréstimo para MEI do BNDES


Para solicitar a linha de crédito basta ter uma conta no BNDES e, ao acessar o site da instituição, clicar em “Solicite seu Cartão”.


Após isso, você deve preencher o formulário de solicitação de cartão com as informações da microempresa, como CNPJ e o CNAE – bem como informar o banco no qual vai vincular o seu novo cartão.


Após solicitar seu cartão, você pode contratar o microcrédito para MEI do BNDES realizando uma solicitação pelo Canal MPME disponível no site do banco.


Nova plataforma MEI


A plataforma MEI teve sua interface e experiência completamente reformuladas, buscando atender ainda melhor as necessidades do microempreendedor individual – para conhecer e utilizar a nova plataforma basta acessar gov.br/mei – lá você encontrará os seguintes serviços:


  • Abertura de microempresa individual;
  • Emissão do DAS-MEI para pagamento;
  • Espaço para alterar e gerenciar dados cadastrais da empresa;
  • NF-E;
  • Informações sobre a Declaração Anual do Simples Nacional;
  • Qualificação do MEI;
  • Informações de créditos;
  • Solicitação de crédito emergencial em decorrência à pandemia;
  • Atividades do CNPJ;
  • Legislação, estatísticas e parcerias;
  • Baixa do MEI.

Benefícios do MEI


Microempreendedores Individuais com o pagamento do DAS (Declaração Anual do Simples Nacional) em dia tem direito a diversos benefícios previdenciários, no entanto é importante atentar-se ao tempo mínimo de contribuição para se eleger aos benefícios:


  • Salário maternidade: pode ser solicitado após 10 meses de contribuição;
  • Auxílio-doença: pode ser solicitado após 12 meses de contribuição;
  • Auxílio-reclusão: pode ser solicitado após 24 meses de contribuição;
  • Pensão por morte: pode ser solicitado após 24 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez: pode ser solicitado após 12 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por idade: pode ser solicitado após 180 meses (15 anos) de contribuição.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem