Ticker

6/recent/ticker-posts

Governo Federal planeja aumentar em 4 milhões de beneficiários do Bolsa Família; Confira!

Imagem:Google

A intenção do governo gederal é aumentar para 4 milhões o total de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, ainda no segundo semestre desse ano. Além de aumentar a quantidade de famílias, o Executivo deve aumentar o valor do benefício de R$ 190 para R$ 250. Os Ministérios da Economia e da Cidadania pretendem conseguir ajuda federal para fazer as ampliações.


Hoje, 14,6 milhões de famílias vivem em extrema pobreza e dependem do Bolsa Família para sobreviver. Com o aumento, os beneficiados deverão chegar a 18,6 milhões, isso representa pouco menos que famílias que recebem atualmente parcelas do auxílio emergencial.


De acordo com os assessores da presidência, em 2021, o governo tem condições financeiras para fazer uma reforma no programa, uma vez que o auxílio emergencial diminuiu os gastos feitos com o Bolsa Família. Para o ano de 2022, a expectativa é que haja um aumento no teto dos gastos, o que permite ampliar a quantidade de recursos investidos.


Milhares de famílias que antes da pandemia tinham uma renda fixa, perderam seus rendimentos e hoje vivem na pobreza. Hoje, o que as ajuda são os programas sociais que o governo distribui. Com a ampliação do programa e do valor, mais pessoas poderão sair da extrema pobreza e ter mais condições de manter o sustento da família.


Na última segunda-feira, 7, foi divulgado pela Rede de comunicação CNN, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que vai ampliar o auxílio emergencial por mais dois ou três meses, a partir do mês de agosto. Esse aumento irá ocorrer antes do lançamento do novo formato do Bolsa Família.


Outro assunto que foi tratado pelo ministro é o Bônus de Inclusão Produtivo (BIP) e o Bônus de Incentivo à Qualificação (BIQ). No entanto, o valor que ele,antes tinha falado já sofreu cortes, passando de R$ 300 para R$ 270.


Se a empresa pagar R$ 275 e o governo mais R$ 275 reais , o jovem conseguirá ingressar em um programa de emprego pelo período de um ano, ou até de um ano e meio, isso no programa de qualificação profissional.


De acordo com o ministro, duas ou três empresas já estão interessadas pelo programa e entraram em contato para contratar até 30 mil jovens dentro do programa. Dessa forma, a intenção é que haja um aumento significativo no nível de empregos. A intenção é tirar os jovens das ruas e oferecer uma oportunidade de qualificação profissional e atingir os jovens (nem-nem) que nem estudam nem trabalham.