Ticker

6/recent/ticker-posts

Falso anúncio de emprego pode roubar dados e dinheiro, veja como evitar

Imagem:edital Concurso Brasil

No Brasil, a taxa de desemprego foi de 14,7% no primeiro trimestre de 2021. Ou seja, são muitas pessoas desempregadas que buscam uma oportunidade de ingressar novamente no mercado de trabalho. Esse quadro se agravou ainda mais com a pandemia.


A internet tem sido um local propício para encontrar vagas, fazer networking e melhorar o currículo. Porém, é preciso ter muito cuidado com golpes, principalmente aqueles que envolvem o WhatsApp e atraem quem busca oportunidades profissionais.


Um tipo de golpe que vem crescendo no país é aquele das falsas vagas de emprego. Os criminosos divulgam oportunidades profissionais falsas, normalmente em empresas grandes e com salário e benefícios acima da média do mercado.


Após atrair o interesse da vítima, os golpistas afirmam que é preciso validar o cadastro. Então, eles enviam um código de verificação ao celular da vítima. Depois que o código é informado, eles conseguem colocar o WhatsApp da pessoa no celular deles e o problema já está criado.


O que acontece quando seu WhatsApp é roubado

Quando eles estão em posse da conta de WhatsApp da vítima, agem de diversas maneiras. Uma delas é entrar em contato com amigos e familiares, se passando pela pessoa e pedindo dinheiro. Se você for a vítima, sempre oriente sua família a revisar os dados bancários e verificar que é a sua conta no banco antes de fazer qualquer pagamento.


Também pode ser que os golpistas cobrem uma determinada quantia para liberar o acesso ao app novamente. Nesse caso, as vítimas acabam pagando para recuperar o WhatsApp. Então é preciso ter todo o cuidado para não enviar códigos de verificação antes de verificar de que se trata de uma empresa séria. Normalmente, os processos de seleção para vagas não incluem a verificação de números de telefone.


Golpes também aparecem em forma de sorteios e descontos

Nem sempre esse tipo de golpe aparece em forma de vaga de emprego. Há os criminosos que inventam sorteios e descontos em empresas que geram alto interesse. Eles criam contas falsas de hotéis e vinícolas, por exemplo, e informam que ao verificar o número a pessoa ganhará algum benefício.


Então é preciso estar atento. Se você recebeu alguma mensagem do tipo em suas redes sociais, desconfie. Veja se o perfil é real. Normalmente os perfis falsos têm menos seguidores e o nome da empresa está com alguma alteração. Analise os posts e procure nas redes pelo perfil oficial da empresa que eles estão fingindo ser.


Cadastre a autenticação em dois fatores

Uma forma simples de aumentar a sua segurança é cadastrar a autenticação de dois fatores. Com ela, você cria um PIN de seis dígitos no seu WhatsApp. Quando a sua conta for aberta em outro dispositivo, será preciso inserir esse PIN.


Então, digamos que sua conta seja clonada porque o golpista sabe seu número e têm o código que foi enviado por SMS. Mesmo assim, ele não poderá utilizar seu WhatsApp porque não sabe o número do PIN.